AMLINORTE
 
 
 
 
 
 
 
 
Leda Saraiva Soares
Natural de Osório. Residiu em Tramandaí desde a mais tenra idade. Professora, escritora, pesquisadora, historiadora da região Litoral Norte. Licenciada em Língua Portuguesa e Literaturas pela PUCRS. Membro da Academia de Escritores do Litoral Norte/RS. Membro correspondente do Instituto Histórico e Geográfico de Santo Antônio da Patrulha; Patrona da Biblioteca da Escola Estadual de Ensino Médio 9 de Maio - de Imbé.

Comend...Vizualizar perfil completo
Perfil completo
Links
AELN - Ass. Escritores do Litoral Norte
Meu blog
29/12/2011 Missa de sétimo dia Gilberto do Amaral Saraiva
08/12/2011 Feira do Livro em Caspernoste.
24/11/2011 Aos Ventos do Mar e da Lagoa
23/11/2011 Escritores participantes da Antologia III - AELN -Gaúcho
23/11/2011 Lançamento da Antologia III - AELN Gaúcho
14/11/2011 AELN - Lança Antologia III na Feira do Livro em Porto Alegre
06/11/2011 AELN - Lança Antologia III na Feira do Livro em Porto Alegre
02/10/2011 SURU BICO, BICO, BICO
19/06/2011 Programação cultural na Festa Nacional do Peixe de Tramandaí
19/06/2011 13ª FESTA DE SÃO PEDRO
 
+ Arquivos
Blogs
+ Blogs
 
  Leda Saraiva Soares
 
21/02/2011
Entrevista com Ulda Melo

ENTREVISTAS ANO 2011


Neste ano de 2011 dedicarei um espaço para divulgar entrevistas feitas a membros da Academia de Escritores da Região Norte do Rio Grande do Sul - AELN/RS para falarem de si e de suas obras.

1-Nome do entrevistado: Ulda Melo

2-Data da entrevista: 08 de janeiro de 2011

3-Há quanto tempo está na AELN?
Creio que um ano mais ou menos

4-Cidade de origem:
Osório, mas moradora desde o nascimento em Tramandaí

5-Por que se tornou membro da AELN?
Primeiro a convite da profa. Leda e por acreditar que unidos temos mais força e troca de conhecimentos, além da divulgação dos nossos sonhos como escritores, onde entre eles está o de tornar conhecida nossas obras.

6-Faz da escrita uma profissão?
Não atualmente, mas faço do meu trabalho a inspiração para a escrita.

7-Por quê?
Esta ainda é uma área muito difícil para se tentar viver só dela.

8-Como descobriu o caminho das letras? Como brotou o desejo de escrever?
Fui criada por uma avó que mesmo analfabeta, inspirava a minha imaginação, ela adorava contar histórias e eu adorava ouvir e imaginar além do que ela contava. Na época, eu tinha um diário onde escrevia do meu jeito as histórias que ela contava. Como era filha única da vovó, contava para minhas bonecas e a ela que por vezes ria muito do que fazia.

9-Sofreu alguma influência?
Da minha avó, quando criança e da professora Leda Saraiva Soares, mesmo sem ela saber disto ( bem, agora ela ficou sabendo)... E de amigos como José Eduardo Rocha, Maria Luisa Lucas que me apoiaram na publicação do primeiro jornal sobre Educação no município de Tramandaí, o que incentivou ainda mais a minha vontade de escrever.

10-Que horário reserva para suas leituras? E para escrever?
Não tenho horários específicos, mas prefiro a noite. Já para escrever depende da inspiração ou dos objetivos a que venham se propor a minha escrita.

11-Que obra ou obras publicou?
Memórias, A Rainha Tainha, Um Jardim de Crianças.

12-Fale dela ou delas?
A primeira obra foi escrita a partir da necessidade que sentia como professora: Queria escrever um livro que falasse de nossas origens culturais como tramandaienses, de uma forma fácil e agradável para as crianças. Surgiu então um livro com uma história infantil que, de maneira didática e lúdica, ensinava a importância de preservarmos a cultura Portuguesa Açoriana em nossos hábitos e costumes.
O segundo, “A Rainha Tainha” foi uma poesia que fiz para trabalhar com meus alunos sobre a Festa do Peixe. O livro é a história de uma tainha que sonhava virar gente.
O terceiro, “Um Jardim de Crianças” também nasceu da observação que sempre faço, quando as crianças chegam pela primeira vez escola. Ao iniciar o ano muitas crianças ficam apreensivas e até choram. O livro trata da história de um casal de irmãos que tinha medo da escola e que acabaram virando plantinhas...

13-Foi difícil a publicação?
Muito. Os dois primeiros livros, mesmo tendo tudo a ver com a história do município, foi preciso ter bons relacionamentos junto aos administradores da época para convencê-los da importância de investirem na sua publicação. Já o terceiro, eu mesma investi, embora tivesse poucas condições para isto. Optei por uma editora que fazia a melhor oferta de preço, fato este que nem sempre resulta na melhor qualidade que sonhamos ter para nossas criações.

14- Como vê a cultura no litoral Norte?
Uma cultura de interesses políticos em boa parte de seus municípios, o que é lamentável, já que nosso litoral é rico em talentos culturais em todas as áreas.

15-O que pensa sobre a tecnologia digital em relação ao livro impresso?
È algo que se tornará cada vez mais presente em nosso dia-a-dia. Mas ainda não está ao alcance de todos. Nem o livro impresso que deveria ser a ferramenta do professor, está presente em todas as Escolas para ser trabalhado... Mesmo que se fale muito sobre grandes projetos da era digital, muitas escolas pelo país a fora não possuem nem bibliotecas... Particularmente prefiro o manuseio, o toque, o cheiro, o barulho acalentador do folhear de um bom livro.

CITE:
1-Um livro que tenha gostado e que recomenda: Ostra Feliz Não Faz Pérola (Rubem Alves), Assim falava Zaratustra( Nietzsche).

2-Um autor de sua preferência: Mário Quintana, Rubem Alves e Fernando Pessoa

3-Um ídolo: Não tenho ídolos

4-Um filme inesquecível: Bem- Hur. Adoro filmes épicos

5-Uma música preferida: Rasura( Osvaldo Montenegro ) My Immortal Evanescence

5- Uma personalidade que admira: Lya Luft

6- Um recado para ler mais ou começar a gostar de ler. Como mãe diria para estimular seus filhos desde muito cedo e principalmente ler para eles e como professora penso que todo professor deveria iniciar suas aulas com a leitura de uma agradável história, texto, mas sempre que possível com uma poesia.

7- Fale sobre o que desejar.

A ARTE

A arte é movida pela inspiração,
Levitando homens como se fossem
Plumas, que por entre nuvens em
Blocos feitos flocos, saltitam
Entre o sonho e a ilusão.

Arte, fogo que arde
Incandescendo o imaginário
Com toque sobre natural,
Que abrindo fenda de forma
Lenta, abranda o cotidiano e o real.

Arte em tintas, versos, gestos e sons
È mágica travestindo criaturas
Com poder de criação,
Que nas mais variadas formas
Movem-se por desejo, ideal e paixão.

A arte é feito vento frio
No calor ardente do verão
È por vezes noite escura
Com risco de clarão
È mar que adoçado
Vira soro, para cura
Dos males do coração.

A arte é o lúdico
Na técnica do bem viver
Vampirando almas
Na magia do renascer.

Se desejar saber mais,acesse o site da AELN : www.aeln.org



FEIRA DO LIVRO EM TRAMANDAÍ/RS

Sexta-feira, dia 25 tem inicio a Feira do Livro de Tramandaí -Capital da Praias -RS.
Transcrição do texto recebido da Assessoria de Imprensa da Prefeitura Municipal:
"A Prefeitura de Tramandaí, através do Departamento de Cultura da secretaria de Educação e Cultura dará início nesta sexta-feira (25), a 10ª edição da Feira do Livro de Tramandaí.
Segundo o Administrador do Departamento de Cultura e Coordenador da Feira, Adriano Lima, o evento que acontece de 25 de fevereiro a 8 de março, este ano têm um diferencial, a feira não terá patrono e em comemoração aos 10 anos de feira faz uma homenagem aos nove patronos anteriores que foram Leda Saraiva Soares, João José de Oliveira Machado, Ulda Melo, Cora Torres, Carlos Urbim, Moacyr Scliar, Liane C. Borges Bueno, Elma Sant’Ana e Nico Fagundes.
A Feira do Livro de Tramandaí atraí milhares de visitantes durante a sua realização e se confirmou como o maior evento cultural durante as temporadas de veraneio dos últimos anos. Entre as atrações estão; exposições, hora do conto, oficinas de artes plásticas, mostra fotográfica, shows musicais e recreação infantil.
Com acesso gratuito para o público, realizada no Ginásio Municipal de Esportes, na Av. da Igreja, em frente ao prédio da prefeitura, no centro da cidade, a Feira do Livro de Tramandaí funcionará diariamente no horário das 17 s 23h30min.
Mais informações sobre este evento você pode obter junto ao Departamento de Cultural, no 5º andar do prédio da prefeitura de Tramandaí ou pelo telefone(51)93912868 ou 3684.9045."

       
 
 Post Anterior
15/02/2011
SARAU NO CAFÉ COM LETRAS -OSÓRIO / RS
  Próximo Post
06/03/2011
Abertura da Feira do Livro do Município de Imbé
Deixe aqui seu Comentario
Suely Braga - OSÓRIO RS - ´RS - Brasil
Leda,o´´otima entrevista,tanto do ponto de vista da entrevistadora com perguntas interessantes como da entrevistada.Parabéns!Beleza !
 
Blogs
Marina Raymundo da Silva
Escritora professora Branca Diva Pereira de Souza-2ª parte
Marina Raymundo da Silva
Escritora professora Branca Diva Pereira de Souza-1ª parte
Marina Raymundo da Silva
Imagem centenária de Santa Catarina de Palmares do Sul
Marina Raymundo da Silva
Medalha Dante de Laytano
Marina Raymundo da Silva
Lançamento de livro A Coberta dalma no L.N. do Rio Grande do Sul
Marina Raymundo da Silva
Lançamento de livro Navegação Lacustre Osório-Torres- 3ª edição
+ posts
Cadastre seu flyer + eventos
 
    Parceiros
 
Todo conteúdo, imagem ou opiniões publicadas aqui neste espaço é de responsabilidade civil e penal exclusiva do blogueiro.
 
 

www.rotaacoriana.com.br